05
Out
07

À conversa com Double Damage

Double Damage são uma banda promissora de Rock progressivo da Margem Sul. Já cá falamos deles mas quizemos saber mais sobre este projecto e metemo-nos à conversa com o vocalista da banda, Fred.

Metal Stage – Como é que nasceram os Double Damage? Quem sao os Double Damage?

Fred – Os Double Damage nasceram de um projecto de covers chamado Shotgun do qual eu (Fred Nogueira) e o Pedro Almeida faziamos parte. Nos tornamos grandes amigos e nos apercebendo que as idéias coincidiam, resolvemos começar a compor temas originais.

Hoje somos:
Fred Nogueira – Vocais e baixo no estudio
Pedro Almeida – Guitarras e programações
Carlos – Bateria
João – Baixo live

Metal Stage – Para quem não vos conhece como descreves o vosso som?

Fred – A nossa idéia foi compor um rock híbrido e contemporâneo, com muito cuidado na escolha das melodias e em que todo o processo de criação fizesse sentido. Desde a escolha do nome, design do logo, escolha das harmonias, arranjos, melodias, timbres, é tudo escolhido e estudado. Nada é feito ao acaso.

Metal Stage – Mas atendendo à tendência das pessoas em categorizar tudo em que género vocês acham que aproximam mais? Rock/progressivo ?

Fred – Pode se dizer que sim, Alternativo/Progressivo

Metal Stage – A vossa demo “These days”, como é que nasceu? Foi gravada em que estudios? Em que condições?

Fred – Foi gravada directamente no computador. O Pedro tem muito jeito e bom gosto para as cenas. Nem mesa de mistura temos, costumo dizer que foi uma produção no-budget…

Metal Stage – Pois. Poucos meios e uma grande vontade de gravarem algo para se promoverem. Certo?

Fred – Podes crer, força de vontade e grande esforço sempre estiveram presentes em tudo, desde o principio…

Metal Stage – Essa demo está a ser distribuida pelo publico em geral? Se alguém estiver interessado em adquirir a vossa demo é possível? Que terão que fazer?

Fred – Ainda não fizemos a demos em quantidade suficiente para distribuição ao publico, somente para a promoção junto à imprensa especializada, rádios e editoras mas se alguém estiver interessado aqui fica o nosso e-mail para contacto doubledamageband@gmail.com
A demo tem o custo de € 5,00 mais os portes.

Metal Stage – Dizes que estão a tentar promover a demo junto dos média e das editoras, como têm sido a reação?

Fred – Bastante positiva, apesar de termos começado a pouquíssimo tempo. Concluímos os trabalhos de composição e gravação recentemente.

Metal Stage – Mas houve alguma resposta de alguma editora sobre a possibilidade de um futuro lançamento?

Fred – Houve o convite da Matchbox Recordings, para promover a nossa musica mundialmente à partir de Novembro. Quanto ao tão esperado lançamento do álbum, não

Metal Stage – Falas da compilação “Stay in a box”, como surgiu essa possibilidade?

Fred – Participaremos da compilação “Stay in the box” da Matchbox onde estarão as bandas consideradas por eles como revelação (melhores bandas independentes) fomos convidados por um dos managers da Editora Will Sherman, ele ouviu a musica “No control” e nos contactou por e-mail. O mais engraçado é que não mandamos a demo para eles, ele nos encontrou no MySpace.

Metal Stage – Em termos de concertos como estão os Double Damage?

Fred – Até uns dias não tínhamos banda… eu e o Pedro fazíamos tudo….Por volta de 1 mes e meio atrás e depois de muitos testes o Carlos e o João começaram a ensaiar connosco e finalmente os Double Damage se tornaram banda…

Não foi fácil encontrar os musicos certos para o nosso som Esperamos começar em breve com as actuações ao vivo e participação em festivais e concursos

Metal Stage – Queres dizer que não houve até á data nenhum concerto?

Fred – Desde a conclusão dos trabalhos de composição e gravação (Princípios de Setembro 2007), não. O projecto é muito recente. Mas estamos abertos a convites.

Metal Stage – Retomando a uma questão anterior, até que ponto achas que a colaboração na “Stay in a box” vos pode ser favorável?

Fred – A compilação será distribuida em milhares de lojas pelos Estados Unidos e Inglaterra. Será enviada a dezenas de “Major Labels” com a qual a Matchbox trabalha directamente, a musica “No control” vai estar disponível nos principais sites de downloads como Itunes, novo Napster, Amazon entre outros. Estaremos em airplay em mais de 10 rádios britânicas (online e não só). serão publicados reviews em revistas do género.

A publicidade do álbum será feita em todos os meios de comunicação incluindo a MTV.

Metal Stage – Queres dizer que pode servir como trampolim para conseguirem um acordo com uma label?

Fred – Creio que é como jogar no Euromilhões, se não jogas a mínima probabilidade passa a zero… E quem recusaria um convite desses??? Acho que qualquer um quer a sua musica espalhada por aí…

Metal Stage – Pois, até porque a vossa ideia é antes de fazerem nome em Portugal é conseguirem carreira lá fora, não?

Fred – Dificil responder a isso… O problema é que, analisando friamente as coisas, é muito dificil acreditar no futuro aqui dentro. Principalmente com o nosso género de musica…
Até agora só tivemos feedbacks de fora, a nossa musica esteve a dar numa radio canadiana por exemplo. Também é um pouco cedo para comentar, o trabalho de promoção está a começar…

Até mesmo no MySpace notas que os comentários da malta estrangeira é muito mais expansivo.

Anúncios

1 Response to “À conversa com Double Damage”


  1. 1 Gabriela
    Outubro 25, 2007 às 10:00 pm

    Adorei o vosso som. Espero que estejam nos 1ºs lugares bem rápido!
    Já sei que se vota no link…
    http://www.matchboxrecordings.co.uk/radio/chart.htm
    Desejo-vos o maior sucesso! Persistência para vencer…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: